fbpx

Os 05 Estágios de Gestão na Crise

O cenário atual traz consigo inúmeras incertezas e decisões a serem tomadas. Todas de forma mais rápida possível pelos gestores e donos de empresas. Crises implicam em reestruturação e adequação à nova realidade que virá depois, tudo para diminuir impactos da crise atual, o do Coronavírus.

A Gestão na Crise não deve ser encarada com desespero. Mas com cabeça fria por parte dos donos de pequenas, médias e grandes empresas. Entender os estágios que sua empresa passará daqui pra frente te ajudará a enxergar melhor o aparente caos atual, vislumbrando caminhos a serem seguidos.

Líderes, empreendedores e empresários estão se perguntando como agir. Uma vez que os indicadores comuns e premissas tradicionais não se encaixam no cenário atual. Então iremos direcionar: quais os estágios de ação durante uma crise?

Qualquer gestor ou líder poderão agir em 5 estágios: os 5R’s para luta empresarial durante e após a crise do Covid-19. São eles:

  • Resolução
  • Resiliência
  • Retorno
  • Reimaginação
  • Reforma.

É preciso entender, que todas as mudanças que virão deste momento provavelmente nos levarão a um “status normal” bem diferente do pré-crise. Mas isso não parece tão assustador. Uma vez que estejamos preparados para agir e estejamos dispostos a entrar na “onda da mudança” com proatividade e abertos a se reinventar.

Para definir o que deve ser feito agora, planejando para adiante e medido o que já foi executado, é possível separar ações e estratégias nos 05 Estágios de Gestão na Crise recomendados. Cada estágio seguirá seu curso natural conforme situação regional. Algumas cidades poderão estar mais à frentes antes de outras, e empresas poderão operar em mais de um estágio ao mesmo tempo. Tudo isso porque cada estágio nos direciona a uma forma diferente de lidar com a crise.

O importante é entender bem onde sua empresa ou se negócio está posicionado frente a crise nesse momento.

Para reconhecer melhor em que estado a sua empresa está, conte sempre com especialistas em mapeamento de negócios e de estratégias.

Não importa o tamanho da sua empresa: entender como está sua situação financeira, sua estratégia de operação e como está seu posicionamento, é a chave para superar a crise.

Vamos aos 05 Estágios de Gestão na Crise do Coronavírus:

# 01 – Resolução
Esse é o estágio atual da maioria massiva das empresas.

Primeiramente é preciso “Resolver” o problema que levou à crise. O “resolver” nesse momento não se refere a encontrar a cura para a Covid-19. Antes de tomar alguma ação, ou esperar até que a pandemia deixe de aumentar: não podemos nos deixar levar por inação e paralisia.

Agir é a primeira resposta. Por isso, o primeiro estágio é RESOLVER. Entender o que está acontecendo, qual a escala, qual o ritmo e a profundidade do que está acontecendo na sua empresa.

Fechar as portas é algo que está sendo imposto. Mas você empresário precisa entender, com número e ações o que isso significará para o seu negócio, pois isso te direcionará ao próximo passo. Escrevemos nesse outro post algumas formas de você não parar totalmente as funções da sua empresa e ficar próximo ao seu cliente mesmo de longe. Não se deixe por vencido. Fechar as portas não será sua última ação, se manter a cabeça fria e se reinventar.

Para RESOLVER é preciso inicialmente saber:

  • Quais produtos e serviços não poderão ser comercializados nesse período?
  • Tenho algum serviço que poderá ser mais divulgado (ou criado como alternativa)?
  • Consigo fazer com que toda a minha equipe opere em home-office? Se sim, como será a jornada e condições de trabalho pré-acordadas?
  • Qual o meu fluxo de caixa do dia de hoje?
  • Qual a previsão de fluxo de caixa para a próxima semana?
  • Como está meu posicionamento digital?
  • Como posso fazer para manter contato com meu cliente?

Nesse momento é importante “tirar uma fotografia” do momento atual, para ENTENDER RÁPIDO: Quais as primeiras ações e como sua empresa funcionará. Não para que isso se torne o “modus operandi” padrão a ser seguido até o fim da crise, mas principalmente para te dar folga de raciocínio.

Garanta o básico de suas operações, entregue o que já estava acordado com o cliente, e garanta o caixa mínimo necessário nas próximas semanas, até que sua empresa seja redirecionada com a estratégia certa.

Não se apegue à fazer tudo perfeito nesse momento.

Lembre-se: perfeito é entregar valor ao cliente e nesse primeiro momento valor é:

  • Garantir essas entregas já prometidas aos clientes;
  • Mostrar que está pertinho do cliente e se preocupa com ele;
  • Mostrar aos seus funcionários que a empresa se preocupa com eles;
  • Fornecer meios para que a equipe continue trabalhando e unida, mesmo de longe;
  • Mostrar à sua equipe que para sobrevivência da empresa, o papel de cada um é essencial;
  • Revisar seu financeiro, buscando entender sua liquidez.

Lembre-se: ENTENDER —> DECISÃO —> AÇÃO.

Você, líder, deve encontrar forma de saber o que deve ser feito, e fazer com que sua equipe se empenha com você a executá-lo. Mas não é feio pedir ajuda.
Para garantir que sua análise inicial esteja assertiva, e que você entendeu o que pode ser feito incialmente, conte sempre com especialistas de mapeamento e estratégia de negócios.

# 02 – Resiliência
É o momento de por à prova essa palavra tão querida e muito usada nas citações nas redes sociais.

Que a pandemia irá afetar a economia por maior tempo do que os dois meses especulados, é fato. Por isso, é preciso usar o fôlego comentando acima no Primeiro Estágio de Gestão na Crise. Com ele você garantiu o básico de operações e de caixa para as primeiras semanas, para definir seu plano de resiliência mais amplo.

Haverá estresse financeiro e pessoal, por parte dos funcionários, do governo e dos setores privados. O primeiro passo de gerenciamento de fluxo de caixa, para ter liquidez foi fundamental no início, mas daqui adiante será necessário mais. Nesse outro artigo mostramos como calcular a rentabilidade dos seus produtos.

O principal aqui é pensar no seu cliente, e em como você pode fazer parte da vida dele nesse momento. Comece pelos produtos e serviços, mas reflita sobre o propósito da sua empresa. São estratégias de resiliência:

  • Rever processos de produção para encontrar desperdícios que podem ser evitados (diminua gastos!);
  • Fazer ofertas de produtos que estejam com grande estoque (gere liquidez!);
  • Reforçar ou criar serviço de entregas, mesmo que não seja do setor de alimentos (esteja perto do cliente!);
  • Fazer Permutas (continue girando o comércio!);
  • Reformulação de serviços e produtos para o digital (ele é o canal da vez!)

Está na hora de aprender mais sobre Plano de Contingência.

Agora é momento de MITIGAR as consequências, ou seja, minimizá-las. Por isso seu plano de ação e estratégia deve ser TOTALMENTE BASEADO em dados financeiros e no que seu cliente precisa.

A partir de agora é preciso confrontar o desempenho financeiro x desempenho social, em busca de equilíbrio. É preciso encontras as formas de proteger vidas e nossos meios de subsistência.

Isso mesmo: você precisa conhecer seus números e pensar com foco em manter-se na rotina do cliente (que está mais conectado do que nunca).

# 03 – Retorna
Quando as operações retornarem à rotina, o ponto mais fraco da cadeia mostrará o quanto um país poderá se reerguer.

O Brasil precisará de você, médio e principalmente pequeno empresário. Pois quando a cadeia de suprimentos re-aquecer, ou seja, quando todos os ciclos de comércio voltarem a ficar ativos, a capacidade de entrega dos menores e dos elos base ditará o retorno ao patamar anterior à crise.

Por isso, com o Plano de Contingência bem executado, você estará mais firme para colaborar com todo o cenário, adotando agora medidas para crescimento. Não queira levar todos os seus processos e operar exatamente como estava antes da pandemia.

Até para o crescimento é preciso equilíbrio. Mantenha as ações que estão dando certo, e não trabalhe com horizontes muito distantes, pois ainda é preciso cuidado. Caso ainda tenha dúvidas de como criar seu Plano de Contingência, contate especialistas no assunto.

# 04 – Reimaginação
O choque da crise mudará hábitos e percepções das pessoas, como indivíduos, consumidores e funcionários.

As mudanças de hábitos impostas à sociedade como um todo, provocarão mudanças nas preferências, formas de consumo, anseios com seus empregos, exigências nas formas de se relacionar, que ainda não podem ser previstas.
Por isso é importante MANTER CONTATO com seu cliente no período de crise.

Quanto mais perto você estiver do seu cliente, melhor você saberá para que lado eles querem ir e o que querem fazer. Aquelas empresas que se reinventarem à medida que as preferências evoluírem terão sucesso no cenário pós crise.
O que já vem sendo dito, agora é decretado: o MUNDO DIGITAL é o caminho.

Nesse cenário, como está sua imagem digital? Como você trabalha suas redes sociais? Você já tem algum serviço online? Converse com especialistas que amam modelar negócios e o mercado digital.

# 05 – Reforma
Após retomada do cotidiano, muitos valores e ações serão repensadas.

O choque da pandemia provavelmente dará lugar a um desejo de restringir alguns fatores que ajudaram a tornar o coronavírus um desafio global, e não um problema local a ser gerenciado.
Isso tanto nas medidas sanitárias, quanto nas políticas e estratégias comerciais. Buscarão formas de evitar e não ser tão afetados como agora, novamente no futuro por qualquer outro fator. Governos poderão mudar a forma como lidam com as políticas econômicas. Líderes de empresas trabalharão com percepções diferentes do que é curto, médio e longo prazo.

As médias e pequenas empresas, que hoje em sua grande maioria não costumam ter tais rotinas, terão que tornar um hábito mais forte:

  • Plano de Contingência;
  • Análises de Cenários;
  • Planos para Alternativas de Produtos e Serviços;
  • Análises de Impacto Social (mensurados pelas redes sociais);
  • Plano de Reserva de Suprimentos;
  • Capacitação Constante de Funcionários;
  • Plano de Marketing Estratégico.

A forma como as pessoas consomem produtos, se alimentam, se educam, se profissionalizam, como fazem gestão de seus negócios, formam equipes, definem metas, está mudando!

Se capacitar com o conteúdo mais atual sobre gestão de empresas, gestão em crise e marketing digital é a melhor forma. É o que estão fazendo as empresas consolidadas para garantir a permanência e reinvenção do seu negócio.

As mudanças que começaram a acontecer devido ao coronavírus e que ainda surgirão irá necessitar de muita estratégia, ação, treinamento e reformulação de negócios. Tudo implicará em um novo “status normal” que construiremos juntos ao longo dos próximos meses.

Muita mudança ainda está por vir, mas os 05 Estágios de Gestão na Crise te direcionarão a perceber o que pode ser feito no estágio de agora e como se preparar para os próximos.

Referencia: McKinsey & Company. Além do coronavírus: o caminho para o próximo normal.

Divulgue esse artigo

Março-titulo-02

Posts recentes

Sobre o autor

Equipe Ag.Detrey

Equipe Ag.Detrey

Todos os conteúdos criados são realizados pela Equipe Detrey em formato estratégico e com bases solidas em pesquisas e referências. São Marketeiros, Publicitários, Engenheiro de Produção, Relações Públicas e Advogados, todos usando tudo o que sabemos para auxiliar nossos clientes e parceiros a usufruir de conteúdos de qualidade voltada para suas empresas.

>