fbpx

Curva V e recuperação da economia brasileira

A Curva V é uma descrição gráfica que retrata a queda e a ascensão da situação econômica de um país. Na situação atual, a Curva em V tem chamado atenção pois é exatamente como tem se comportado o mercado econômico Chinês, pós CoronaVírus.

Com os casos do Novo CoronaVírus em todo o mundo é evidente a queda (acentuada) dos mercados em geral. A confiança do consumidor e de investidores também se abalam. Mas a queda nos contágios, registros de infectados e retomada de produção na China nos mostra algo que devemos analisar com grande expectativa.

Analisar como a situação econômica da China está, principalmente na região de seu epicentro – e local do paciente 0, nos antecipa possibilidades de como pode se comportar a economia no estágio pós Pandemia. Hoje, já é possível ver nitidamente como está sendo a retomada econômica, por lá. A McKinsey & Co reconhece a incerteza do momento e propôs cenários de atividades econômicas. O melhor deles é o comportamento em V: cenário que tem sido visto na China nas últimas semanas.

Entendendo os possíveis cenários de comportamento econômico

Para tentar enxergar melhor as possibilidades com a pandemia do coronavírus, podemos nos basear em dois tipos de impactos econômicos. O primeiro impacto é devido à disseminação do vírus, suas peculiaridades, aliada à efetividade das respostas sanitárias para seu controle. Vamos chamá-lo de Fator de Disseminação e Contenção da CoVid-19. O segundo é proveniente das políticas econômicas para mitigar os efeitos das repostas sanitárias anteriormente executadas para conter o vírus. Vamos chamá-lo de Fator de Repercussão e Mitigação de Danos. Ambos fatores são independentes, entretanto quanto mais alinhados estiverem, melhor será. Uma precisa ser equivalente ao outro para “segurar” o momento, fazendo o que for necessário para preservar a saúde pública e preservar a saúde econômica. E é a preservação dessas duas saúdes que a Curva em V mostra.

Subdivisão dos Fatores de impacto sócio-econômico

Cada um desses impactos ainda pode ser subdividido em Forte, Médio, Fraco. Então, para cada um fica como se segue.

Fator de Disseminação e Contenção da COVID-19.

Esse engloba os aspectos biológicos e físicos do Vírus: como se espalha, proporção de infectados/óbitos, eficácia de itens de segurança, medidas de orientação para comportamento social (como o distanciamento), replanejamento de viagens, tratamentos paliativos para COVID-19, medicamentos de prevenção do coronavírus.
Assim, podemos enxergar três formas de comportamento desse fator.

  • Forte: disseminação controlada e contenção efetiva;
  • Média: contenção efetiva a priori, mas disseminação alta causa reincidências de surtos;
  • Fraco: medidas de contenção falham e disseminação continua a crescer em grande período.

Fator de Repercussão e Mitigação de Danos.

É importante esclarecer mais que alguns danos aconteceram devido às medidas necessárias para controlar a disseminação do CoronaVírus. Esse fator engloba: auxílios governamentais para manutenção de renda, ações bancárias para ajudar pequenas e médias empresas, aumento de demissões, queda de faturamento, renegociação de contratos, número de empresas que decretam falência, queda na lucratividade dos negócios.
Assim, podemos os três níveis de atuação desse fator:

  • Fraco: repercussão das medidas do primeiro fator foram muito danosas e a mitigação foi incapaz de desacelerar os prejuízos;
  • Média: depressão econômica é evitada, mas há forte recessão;
  • Forte: medidas político-econômicas fazem com a mitigação seja efetiva frente ao nível de repercussão dos danos.

Combinando-as, temos nove cenários.

Fonte: Adaptado de McKinsey, 2020.

A Curva V é o cenário em que as atuações de ambos fatores foram fortes. Em outras palavras, o controle da COVID-19 foi efetivo em um espaço de tempo hábil, evitando danos estruturais à economia. Consequentemente, a mitigação é mais fácil e há retomada a níveis econômicos pré-crise.

Curva V

Para

A interferência direta na economia, desde o inicio dos contágios, se dá principalmente por conta das atividades suspensas. O fechamento da indústria e do comércio chinês, e a colocação de boa parte da população em quarentena, fez com que o país sentisse um declínio econômico imenso.

Mas o que podemos analisar fielmente é que com a implantação de estratégias para a contenção da transmissão do novo CoronaVírus. Isso faz com que a retomada da economia fosse ainda mais exponencial. Políticas fiscais e monetárias fortes também ajudariam a diminuir a repercussão e fortalecer a mitigação dos danos. O que está sendo atestado em países do oriente, como China, Coréia e Cingapura, mostram que uma forte ação de Contenção do vírus diminui o tempo de distanciamento social.

A rápida ascensão.

Com a situação controlada no país, e a necessidade emergencial de retomada da economia, houve a liberação para produção. Este é o ponto principal de nossa Curva em V.

Empresas e pessoas se uniram para não apenas voltarem a produzir, mas para implantarem ações para retomada. Isso a todo vapor de seus serviços. Ações rápidas fizeram com que a economia não apenas voltasse a crescer na mesma velocidade que caiu, como também que conseguisse superar a capacidade de produção anterior.

Mesmo em meio a crise do CoronaVírus, algumas autoridades da china, se pronunciavam indicando que esse tipo de situação iria acontecer. Em suma, mesmo com uma queda avassaladora da economia e o fechamento dos setores comerciais e de produção, as consequências econômicas seriam “Controláveis e de curto prazo – Liang Huang – Economista chefe da China International Capital Corporation.

O que a curva em V mostra para minha empresa.

Fonte: Adaptado de McKinsey, 2020.

Considerando ainda os dois fatores: Fator de Disseminação e Contenção da COVID-19 e Fator de Repercussão e Mitigação de Danos, podemos analisá-los de forma independente, e suas evoluções no mesmo momento.

Considerando o comportamento de contágio. Em primeiro momento (1) a disseminação é controlada e contenção efetiva, achatando a curva. Enquanto isso acontece, há dois momentos econômicos. No primeiro (1) há ações e estratégias para mitigação de danos às pessoas e aos negócios, com a quarentena. Em segundo (2) é a preparação para retomada de atividades sem isolamento social.
Da mesma forma, quando o contágio estiver atingindo o segundo momento (2) de expansão de testes para tratamento e (3) de encontro de vacinas e tratamentos para a Covid-19. A economia estará no seu terceiro momento: em que deve se preparar para acelerado retorno ao crescimento econômico.

A recuperação das empresas chinesas pós o intenso surto de contágio do Novo CoronaVirus, oferece um certo alivio para empresas e empresários. Ou seja, os que até então acreditariam que com a queda econômica rápida, lenta seria a volta da economia, essa teoria pode estar bem errada.

De acordo com pesquisadores e estudiosos, essa curva pode não acontecer da mesma forma em todos os lugares. Mas é nítido que é possível implantar técnicas principalmente de gestão, as quais os chineses utilizam em suas empresas, também em empresas brasileiras.

O crescimento exponencial da Curva em V, faz com que seja tangível e possível que esse tipo de retrato seja alcançado.

Mas com um cenário incerto, podemos recomendar que o melhor a fazer pela sua empresa. Se preparar para essa grande retomada. Ou seja, aproveite a alta retomada que poderá em breve chegar ao mercado para montar uma reserva para o seu negócio.

Será no ponto chave, onde o declínio se torna crescimento que você deverá estar com tudo pronto para que os seus negócios voltem com força total. Mais importante, trabalhe com projetos e planejamentos para a retomada de ações rápidas e certeiras.

Estude seu mercado, analise seus produtos, identifique seus pontos fortes e converse abertamente com a sua força de trabalho. Com todos os fatores de sua empresa alinhados para a volta da economia, a possibilidade de sua empresa sair a frente será grande. E isso será importantíssimo para a economia em um patamar geral voltar e crescer na velocidade que ouve o declínio.

Empresas por toda a china, tem sentido diferenças perceptíveis em seus comércios e produção. Segundo a Bloomberg News na última semana pode ser levantado até mesmo alguns números de grandes empresas. Esses números asseguram ainda mais o crescimento desta análise da economia.

Se prepare para a retomada!
Leia também: Consultoria para empresas em momentos de crise. Como funciona?

Fonte de informações:
FGV  – https://www.ibe.edu.br/curva-v-china-retoma-crescimento-economia/
McKinsey – https://www.mckinsey.com/business-functions/strategy-and-corporate-finance/ nossas idéias / salvaguardar nossas vidas e nossos meios de subsistência, o imperativo de nosso tempo

Divulgue esse artigo

curva V

Posts recentes

Sobre o autor

Equipe Ag.Detrey

Equipe Ag.Detrey

Todos os conteúdos criados são realizados pela Equipe Detrey em formato estratégico e com bases solidas em pesquisas e referências. São Marketeiros, Publicitários, Engenheiro de Produção, Relações Públicas e Advogados, todos usando tudo o que sabemos para auxiliar nossos clientes e parceiros a usufruir de conteúdos de qualidade voltada para suas empresas.

>